5 melhores linguagens de programação para crianças
,

5 melhores linguagens de programação para crianças

by

A programação é uma grande habilidade para qualquer criança aprender e se desenvolver. Noções básicas de programação para crianças são algo que qualquer um que um dia trabalhará com computadores deve ter conhecimento. No entanto, existem tantas linguagens de programação para crianças diferentes que pode ser difícil decidir qual será a melhor para seus alunos. Aqui está uma visão geral das cinco melhores linguagens de programação para começar para crianças interessadas em aprender a codificar :

Linguagens de programação recomendadas para crianças

1. Python

Python é uma linguagem de programação que se lê como fala normal. Raramente é preciso adicionar comentários ao código porque o código Python que é escrito bem o suficiente lê como se os comentários já estivessem incluídos no código. Se seus filhos ou alunos vão aprender algo como codificação, então você quer que eles tenham uma compreensão básica sobre como pensar como um programador. Com Python, os alunos terão pouquíssimos obstáculos para aprender a programar. Eles serão capazes de aprender a construir ideias de programação dentro de suas cabeças e então se concentrar em transferir essas ideias em instruções que a máquina pode interpretar. O Python também tem uma filosofia de “baterias incluídas”, que se refere à enorme quantidade que pode ser feita simplesmente pesquisando e usando as principais bibliotecas do Python.

2. Rubi

Ruby tem a sintaxe mais legível para programadores iniciantes. Em vez de gastar muito tempo explicando o código que os alunos estão digitando nas máquinas, muito disso será autoexplicativo para eles. Este é um fator muito importante para as crianças que ainda estão aprendendo os conceitos de programação. No final do dia, as crianças programadoras as ajudarão a aprender os conceitos para escrever bons roteiros. Ruby é uma linguagem muito robusta e foi originalmente usada para criar o Twitter, então você pode mostrar imediatamente aos alunos que o aplicativo é uma ferramenta que é usada em plataformas populares.

3. Java

Java é sem dúvida um pouco mais difícil de aprender do que Ruby ou Python, mas escolher Java como linguagem de programação pela primeira vez tornará o aprendizado de qualquer linguagem subsequente um pouco mais fácil para os alunos. Muitos alunos já pensaram em criar seus próprios aplicativos ou sites, mas simplesmente não sabem por onde começar. Java existe há duas décadas e há tantos recursos online, kits de ferramentas e tutoriais que praticamente qualquer coisa pode ser criada do zero usando Java. Existem alguns obstáculos iniciais a serem superados, como instalar o JDK e entender como as sintaxes funcionam, mas a configuração orientada a objetos da linguagem de programação facilita o progresso dos alunos. Java é semelhante a C e C++, mas oferece mais funcionalidades, permitindo que os alunos criem programas mais robustos.

4. C++

Muitos especialistas e desenvolvedores de ciência da computação têm opiniões diferentes sobre se um aluno deve começar com C++ ou não. Essa linguagem de programação pode parecer um pouco com matemática e pode afastar os alunos da ideia de aprender a codificar. Uma vez que os fundamentos básicos da programação são entendidos, no entanto, C++ pode abrir muitas portas para o mundo da programação. Muitos dos programadores mais bem-sucedidos de hoje começaram a aprender a codificar com C ou C++.

5. Raspar

Scratch é uma linguagem de programação que pode ser aprendida online gratuitamente. Embora essa linguagem seja simples o suficiente para crianças, existem funcionalidades e opções suficientes que até mesmo programadores experientes usam a linguagem.

O Scratch também tem uma comunidade online muito interativa, onde as pessoas compartilham seus trabalhos artísticos e jogos umas com as outras, o que pode envolver ainda mais seus alunos.

Em suma

A programação é uma habilidade útil para praticamente qualquer pessoa. Ele ensina você a pensar sobre como um processo funciona. Ele ensina você a pensar sobre as etapas necessárias para fazer um processo acontecer e como resolver problemas.

Como professor ou mentor que está pesquisando diferentes opções, é importante saber que cada idioma terá suas vantagens e desvantagens. O importante é que seus alunos aprendam os conceitos por trás da programação, como a lógica por trás da escrita de código, como usar construções e truques do comércio. CoderZ é um ambiente de aprendizado online projetado para ensinar crianças de 10 a 18 anos a aprender a codificar robôs virtuais e reais.

Leia também: Habilidades de aprendizado do século 21

Deixe um comentário